O exame do século.
27/08/2014

Ressonância magnética é reconhecida como o mais importante exame radiológico desde o advento do Raio X em 1896. É como se fizéssemos uma autópsia no paciente vivo, só que com cortes que não causam dor ou dano físico e nos permite refinada identificação de estruturas anatômicas e suas potenciais anormalidades. 

A ressonância magnética revolucionou a medicina e é um instrumento vital, principalmente para a neurologia, pois o arcabouço ósseo não permite adequada visualização das estruturas do sistema nervoso central através de métodos mais simples. 

Os acidentes vasculares cerebrais (AVCs) podem ser precocemente identificados e tratados, o que muita vezes salva a vida do paciente ou minimiza a extensão da lesão cerebral. A angio-ressonância permite a visualização de vasos profundos intracerebrais e diagnostica aneurismas cerebrais, o que outrora só era possível com exames invasivos realizados em centro cirúrgico. A identificação dos tumores cerebrais, sua extensão, presença ou não de edema, hemorragia, é hoje mais simples, o que norteia a decisão terapêutica. Doenças neurodegenerativas, como por exemplo a Doença de Alzheimer, são hoje muito mais precocemente identificadas, através da avaliação da atrofia e de metabólitos cerebrais, evitando assim a progressão rápida da doença quando instituído tratamento adequado. Para algumas doenças de diagnóstico mais difícil, como a esclerose múltipla, existem critérios que incluem o número de lesões visualizadas à Ressonância Magnética e este exame é capaz de mostrar atividade e progressão da doença até cinco vezes mais que observada em avaliações clínicas periódicas. 

Apesar desta revolução que a Ressonância magnética produziu na prática médica, principalmente neurológica, não se deve esquecer que se trata de exame complementar. Complementar à história bem colhida com o paciente e exame médico detalhado, pois o diagnóstico médico é um processo dedutivo alcançado através da síntese e correlação destes três dados: história, exame físico e exame complementar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href=" title="> <abbr title="> <acronym title="> <b> <blockquote cite="> <cite> <code> <del datetime="> <em> <i> <q cite="> <strike> <strong>

Clínica Bacelar © 2014 | Todos os Direitos Reservados

Sua mensagem foi enviada com sucesso!

Em breve entraremos em contato diretamente em seu e-mail, ou através do telefone de contato informado.

Obrigado pela preferência!

Atenciosamente,
Equipe Clínica Bacelar

Dados inválidos. Por favor, tente novamente.

Solicitação de Contato

Não conseguiu contato via telefone?
Deixe seus dados que retornaremos assim que possível:



Obrigado! :)

Mensagem enviada com sucesso!

Em breve faremos contato.

Atenciosamente,
Equipe Bacelar

x